O novo produto permite fabricar peças em aço inoxidável de forma simples e económica

BASF lança filamento metálico para impressão 3D industrial

02/09/2019

Com o Ultrafuse 316L, a BASF 3D Printing Solutions lança um inovador compósito metal-polímero para a fabricação de filamentos fundidos (FFF). O novo produto permite a produção segura, simples e económica de peças totalmente metálicas para protótipos, ferramentas metálicas e peças metálicas funcionais, através do processo de impressão 3D. Depois de impressa, rebarbada e sinterizada, consegue-se uma peça final de aço inoxidável 316L.

foto
Novo filamento metálico com conteúdo polimérico Ultrafuse 316L.

No processo de impressão 3D FFF, as peças são construídas camada por camada a partir de material moldável, o que, originalmente, só era possível com termoplásticos. O Ultrafuse 316L, um filamento metálico com conteúdo polimérico, utiliza o mesmo processo. Em primeiro lugar, uma impressora 3D adequada forma a peça camada a camada, com o polímero do filamento a atuar como aglutinante primário. De seguida, o polímero da chamada ‘peça verde’ é removido num processo de rebarbagem catalítica. Deste processo resulta a ‘peça castanha’, constituída por partículas metálicas puras e por uma quantidade residual de aglutinante. O processo de sinterização metálica subsequente, a temperaturas imediatamente abaixo do ponto de fusão, remove o ligante secundário da ‘peça castanha’ e faz com que as partículas de metal se fundam. O material atinge as suas propriedades finais de dureza e resistência após a sinterização.

O alto teor de metal (90%) e a distribuição uniforme do metal dentro da matriz do aglutinante reduzem o risco de defeitos e aumentam a taxa de sucesso. A imobilização das partículas de metal num filamento reduz drasticamente os riscos do manuseio de pós metálicos finos em comparação com os processos de Fusão Seletiva a Laser (SLM), Sinterização Direta de Metal a Laser (DMLS), Deposição Direta de Metal (DMD) e Jato de Aglutinante.

O novo filamento de metal composto é altamente flexível e resistente: O Ultrafuse 316L pode ser utilizado tanto com extrusoras Bowden como com extrusoras de acionamento direto e pode ser guiado através de sistemas complexos de transporte de filamentos. “O Ultrafuse 316L pode, sob certas condições, ser processado em qualquer impressora convencional FFF”, explica François Minec, diretor geral da BASF 3D Printing Solutions. "O nosso objetivo era desenvolver um filamento de metal de alta qualidade que tornasse o fabrico aditivo de peças metálicas consideravelmente mais fácil, mais barato, mais rápido e mais acessível a todos”.

“Em comparação com a moldagem por injeção de metal (MIM), o Ultrafuse 316L oferece uma solução fácil de usar no escritório, abrindo novas oportunidades de produção”, diz Athanassios Kotrotsios, CEO da iGo3D. “Para atingir todo o potencial do filamento de metal, é necessário entender que o Ultrafuse 316L não é um filamento convencional”, explica Kotrotsios. "O nosso objetivo é fornecer pacotes completos de serviços e suporte desde a primeira solicitação até à peça final sinterizada, de forma a integrar, de forma simples, a impressão 3D de metais no processo de fabricação”.

“A Ultimaker S5 eleva a fasquia da impressão 3D profissional ao oferecer uma experiência de impressão 3D sem problemas, com materiais de qualidade industrial. Temos o prazer de anunciar que os perfis de impressão para o Ultrafuse 316L serão adicionados à lista da Ultimaker”, afirma Paul Heiden, vice-presidente sénior de gestão de produtos da Ultimaker. "Os profissionais de impressão 3D em todo o mundo podem agora usar a tecnologia FFF para produzir peças metálicas funcionais, com significativa economia de tempo e custos, em comparação com os métodos tradicionais”.

“O Ultrafuse 316L da BASF permite que engenheiros e projetistas produzam peças metálicas genuínas, puras e de qualidade industrial, de forma fácil e acessível, usando impressoras 3D desktop”, diz Dave Gaylord, gestor de produto da MatterHackers. "Este material é um avanço tecnológico significativo e uma mudança real na forma como descrevemos o que é possível conseguir com as impressoras 3D desktop”.

Jaba traducción técnica espcializadaInterMetal

www.intermetal.pt

InterMETAL - informação para a indústria metalomecânica portuguesa

Estatuto Editorial